Atividades Culturais

Barra do Garças, MT

Talvez pela localização centralizada de Barra do Garças (à direita) no cenário do Centro-Oeste e pelo seu constante engajamento artístico, Divino Arbués tornou-se um dos nomes mais atuantes de nossa cultura, sendo que teve importantes participações na recente história da música regional do centro do Brasil. Participou ativamente da fundação de Grupos Culturais e Ongs como o “Celva – Centro Etno Ecologico do Vale do Araguaia”, cujos estudos e esforços subsidiaram e contribuíram decisivamente na criação do Parque Estadual da Serra Azul (à direita), em Mato Grosso.

Serra Azul
Reportagem

Também pelo Celva coordenou a parte musical do “Encontro Ecológico Musical do Vale do Araguaia”, evento histórico na cultura do Centro-Oeste, que reuniu, em julho de 1987, na praia de Barra do Garças/Aragarças, mais de 400 artistas, entidades e ecologistas, com a apresentação de 43 shows de MT, GO, MS, DF e MG, sendo destaque na mídia nacional. (Ver revista Veja à esquerda)

Paralelamente à sua carreira musical, participou de vários acontecimentos e atividades artísticas em vários estados, como o Encontro Cultural Quyquyô, em Goiânia, além de outros Fóruns e Programas. Integra a Academia de Letras, Cultura e Artes do Centro-Oeste e, como ex-membro do Conselho de Cultura do Estado de Mato Grosso, supervisionou edições do “EART – Encontro de Ritmos do Araguaia”, onde se apresentaram artistas como Zé Ramalho, Renato Teixeira, Banda Didá, Grupo Mestre Ambrósio, Saulo Laranjeira e Rastapé. (Ver fotos abaixo)

Seu trabalho em música e literatura sempre levou, assim como todo seu intenso ativismo cultural, muito mais que sua própria arte, revelando novos nomes artísticos e contando com a participação de tantos outros amigos de música, artes plásticas, literatura, fotografia, vídeo etc. Participam de alguma forma no seu livro e 6 discos mais de 80 artistas brasileiros. Seu trabalho como compositor recebe interpretações em discos de outros artistas de várias regiões brasileiras.

Apresentações Artísticas e Culturais do Encontro